Como verificar se uma peça realmente vale seu suado dinheirinho:

 Quem nunca se maravilhou com as araras da Zara, escrito SALE em vermelho rubro, que atire o primeiro casaco pink!

Principalmente, quando começamos a trabalhar e não temos muita “educação financeira”, que em resumo, é saber gastar com sabedoria.

Porém, conforme os anos vão passando, a gente vai desenvolvendo técnicas pra não nos deixarmos seduzir pelo canto das sereias, ou melhor: das manequins das vitrines!

As vezes, ficamos tão malucas com o preço de uma peça, que o coração chega bate mais forte, e dá até uma tontura, (vai dizer que nunca sentiu isso?), e a gente quer comprar naquele exato momento!

Porém, não paramos pra analisar que, naquela paixão fulminante, qual é a real relevância daquela peça no nosso closet!?

Uma dica básica chave: quando se imaginar com uma peça nova, antes de leva la, primeiro se imagine combinando-a com três ou mais peças que você já tenha em casa. Por exemplo, vai comprar uma blusa nova: você tem mais três peças de baixo que pode usar perfeitamente com essa peça? E que realmente usaria?

Respondeu sim pra essa pergunta???

Agora respire, e vá até o provador: Essa roupa ficou realmente bacana? O caimento? A Costura? Conferiu se está tudo certinho com a peça? (não tem fio puxado?, etc?). Ótimo.

Lembre também de comprar roupas atemporais, ou  peças que já estavam na sua lista de desejos, antes mesmo de estarem com desconto. Assim você compra o que realmente queria.

Um bom exercício é perguntar a si mesmo: “eu pagaria o preço cheio por essa peça?” Ou estou comprando apenas na empolgação, e vou esquecer dela amanhã mesmo, depois do café da manhã? Ou até mesmo hoje, antes do jantar?

Se, mesmo assim, você quiser a peça vá em frente! Deus sabe, que eu amo boas peças em SALE!

Dá sua amiga, sempre correndo, e sempre ansiosa, Corra, Ju, Corra!

 

Beijos!!